22 de julho de 2015
  •  
  •  

8 segundos

Na tarde da 6a feira dia 9/1/2015 por volta das 13h, estava pilotando minha Harley na BR-040 na descida da serra de Petrópolis indo para o Rio de Janeiro, quando de repente em uma das inúmeras curvas li em uma placa : “Atenção Túnel em Curva” .

O termômetro marcava mais de 40 graus e o velocímetro cerca de 100 km/h.

Como há dois meses havia feito uma cirurgia de catarata, meus olhos ainda estavam sensíveis à luz, eu viajava com óculos escuros mais a lente preta do capacete fechada.

Naquela manhã tínhamos saído eu e meus companheiros para a estrada, as 6hs oramos pedindo a proteção de Deus para o nosso dia.

Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos!
(Salmos 133:1)

Em cada momento da viagem eu sentia a presença de Deus nas maravilhas que via na natureza, nos guiando e nos protegendo em cada ultrapassem, curvas e freadas, porque era um bom e agradável passeio.

Porém ao entrar naquele túnel de mais de 200m de repente tudo mudou.

Não enxerguei absolutamente nada por cerca de 8 longos e eternos segundos.

Senti de imediato que estava entrando em um túnel de sombra escura negra de morte.

Me senti sozinho, com medo e sem ninguém para me socorrer.

Ouvi o som e senti o vento de algo como um carro me ultrapassando pela esquerda.

Naquele momento dentro daquele longo negro túnel me senti angustiado.

Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia.
(Salmos 46:1)

Mas como num abrir e fechar de olhos tudo esta claro novamente, o azul do céu, o verde na rodovia e o sol brilhava intensamente.

Para alumiar os que jazem nas trevas e na sombra da morte, e dirigir os nossos pés pelo caminho da paz.

Senti muita paz, tranqüilidade e a presença de Deus, porque naquele momento de prova e sofrimento Ele não me abandonou e tive a consciência de que havia ocorrido um milagre real em minha vida naquela tarde.

De fato quando nada podia enxergar, exatamente naqueles 8 segundos, Deus pilotou minha moto por mim.

Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque tu estás comigo; o teu bordão e o teu cajado me consolam.
(Salmo 23:4)

1 Comentário

  •    Responder

    Somente quem conhece a Deus, sabe o que vc passou, também passei por uma experiencia parecida com a sua, ja passei pelo vale da sombra da morte varias vezes, mas Deus me livrou de todas.Se Deus e por nos quem sera contra nos.Gosto de andar de motocicleta, estou querendo entrar para o clube esquadrão de cristo, vc conhece.

Deixe seu Comentário